Localização:

Rua Noel Gomes de Almeida, 1100 - São Marcos

São José dos Pinhais/PR

February 21, 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Dicas para harmonizar cerveja e carne

October 30, 2018

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

APRENDA COMO IDENTIFICAR A PICANHA VERDADEIRA

May 12, 2017

Saber como identificar a picanha é essencial na vida de qualquer carnívoro de plantão. Conhecendo exatamente o aspecto, o peso e o sabor da proteína, será quase impossível você ser enganado em algum restaurante ou açougue. Afinal, não existe situação mais desagradável do que pedir uma bela e macia picanha e, em seu lugar, te servirem uma peça inferior.

 

Pensando nisso, separamos as principais dicas para você aprender de uma vez por todas como identificar a picanha verdadeira. Confira e bom apetite!

 

COMO IDENTIFICAR A PICANHA NO RESTAURANTE?

 

Segundo os especialistas, picanhas de qualidade são pequenas, triangulares e possuem uma camada de gordura bem grossa — sinal de que o boi foi bem alimentado.

Além disso, uma picanha verdadeira não apresenta músculos e costuma ter bastante sangue. São exatamente essas características que marcam o sabor característico da peça.

 

Questione se o pedaço servido a você for amarronzado, possuir músculos ou tiver pouquíssima gordura. Apesar de ser uma prática condenada no meio gastronômico, alguns restaurantes ainda tentam obter vantagens de clientes menos experientes.

 

COMO IDENTIFICAR A PICANHA NO AÇOUGUE?

 

Se o seu objetivo é reunir alguns amigos e saborear uma deliciosa carne, é importantíssimo ficar atento a algumas dicas antes de partir para o açougue.

 

O primeiro passo é observar o peso da carne. Se estiver pesada demais, é provável que tenham pedaços de coxão duro na peça. Lembre-se: não existe picanha de dois quilos! Carnes de boa qualidade costumam ter, em média, um quilo. 

 

Também vale observar as mesmas características anteriores: cor avermelhada, sem nervos, com camada de gordura grossa e formato triangular. Além disso, é importante evitar gorduras amareladas demais, já que esse pode ser um indício de que a carne vem de um animal envelhecido.

 

Caso compre uma carne embalada a vácuo, certifique-se de que a embalagem tenha o selo Serviço de Inspeção Federal (SIF), obrigatório neste caso. A embalagem também não deve ter sangue demais dentro dela, já que isso é um indicativo de que a carne está perdendo todo o seu suco.

 

QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE PICANHA E COXÃO DURO?

 

O coxão duro é aquela parte da carne que vem logo após a terceira veia da picanha. A fim de pegar os consumidores mais desatentos, alguns restaurantes e açougues acabam agindo de má fé e servindo a picanha juntamente com esse pedaço mais inferior da carne.

 

O problema é que essas partes da carne são mais duras, possuem nervos e não têm o sabor característico da picanha. Por isso, fique atento. Procure comprar peças menores e observe bem todo o corte da carne, tentando localizar a terceira veia da carne.

 

Pouca gordura e presença de nervos ou membrana também são indícios de carne de baixa qualidade. Na dúvida, procure sempre restaurantes e casas de carne com boa reputação em sua cidade. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga